> História de Minha Vida Max Hamoy

Nasci no dia 15 de maio de 1958, na cidade de Óbidos, estado do Pará.
Tudo começou no início de minha infancia com um dom que sempre tive
pela música.

Aos 5 anos de idade, meus pais na véspera de natal, levava-nos eu e meus
irmãos para escolhermos o nosso presente de papai Noel.

Íamos no comércio do Sr Julio Coelho, proprietário da Casa Coelho.
Foi lá, que pela primeira vez eu vi uma clarineta da Estrela.

Era um pequeno instrumento musical de brinquedo que tinha todas as notas,
era o presente que eu gostaria de ganhar, mais meu pai foi logo dizendo: –
isso não serve você, não sabe tocar. Foi quando o Sr Julio Coelho como bom comerciante, tirou a clarineta da
caixa e me deu nas mãos.

Para a surpresa de todos e minha também, eu toquei o parabéns pra você .
Nesse momento meu pai ficou olhando surpreso e nem pexinchou o valor do
brinquedo, comprou e me entregou na hora o meu tão desejado presente.
Daí pra frente, meus presentes sempre foram voltados para instrumentos
musicais, como incentivo de meu pai, que viu que eu tocava outras músicas,
mais era meio restrito pois as notas não eram completas.

Foi quando para minha surpresa ganhei uma escaleta, um instrumento
profissional de teclas e em seguida fui matriculado na escolinha do pastor
Benjamim que dava aula em uma das dependências de sua igreja (Batista).
Aprendi muito com esse meu professor que mais tarde tornou-se o autor
da música do hino de Óbidos e como compositor da letra o Sr Saladino de
Brito onde tive o grande prazer de conhece-lo. Esses foram também os meus
incentivadores na música.

Aos 10 anos de idade, em 1968 já com alguns intrumentos musicais que
tinha ganho de presente do meu papai Issac, montei um conjunto musical
com o nome “OS TERRIVEIS”, foi quando convidei alguns colegas para
fazerem parte como componetes desse conjunto e juntos fizemos muito
sucesso, eramos 5:

1 Ariosto Dias ( cantor )
2 Eduardo Xapuri ( Contra Baixo )
3 Otávio Xaputi o conhecido carinhosamente como toia (Guitarrista )
4 Max Hamoy (Baterista )
5 Jorge Pinto ( Divulgador e tecnico de montagem )

Em 1973 com 15 anos de idade já estava me preparando para estudar em
Belém do Pará e ficar junto com meus irmãos, fui convidado e incentivado

pelo meu colega de aula Claudever Savino que estudavamos no colégio José
Veríssimo em Óbidos para montarmos um time de futebol com o nome de
Ponte Preta.

Tudo aconteceu nesse ano, fiquei a frente como diretor e jogador, deixando
em seguida tudo nas maõs de meu amigo onde já tínhamos uma pequena
estrutura.

Nosso campinho de treinamento era no Curro o antigo matadouro de Óbidos,
mas no ano seguinte em 1974 tive que viajar para Belém para continuar
meus estudos já estava matriculado no Colégio Sta Rosa onde conclui todo
meu cientifico mais sempre nas férias do mês de julho passava em Óbidos.
Foi quando no ano de 1978 em uma de minhas ferias, conheci o amigo
Fernando Guarany funcionário da Embratel que me incentivou para juntos
montarmos em Juruti e Óbidos duas retransmissoras para retransmitirmos o
sinal de Parintins, com a possibilidade de chegar a Santarém.

A idéia era lever os jogos da copa do mundo desse ano para todas essas
cidades.Parecia muito fácil, conseguimos um rasoável sinal de Juruti para Óbidos.
A espectativa era a TV de Parintins entrar no ar para jogarmos esse sinal
para Óbidos, ai foi a nossa decepção, pois o sinal era muito fraco quase não
dava para ver nada, isso foi o começo da TV Sentinela.

Óbidos ainda era uma cidade pequena, muita gente havia comprado
aparelhos de TV e me precionavam perguntando cade a TV, comprei um
aparelho o que vou fazer agora?

Eu me senti culpado com essa situação, foi quando chamei o Guarany e
pedi uma ideia, pois eu acabaria apanhando, pois muitas pessoas haviam
comprado aparelhos de tv e não iam pegar nada, foi quando ele me disse:-
vamos montar no seu quarto um video cassette com esse transmissor e
colocar um pau de açaizeiro como torre, pois é o mais alto e podemos assim
ter a imagém com melhor qualidade e você vai passando as fitas e o povo
vai esquecendo.

Que nada, com isso eu estava incentivando mais e mais pessoas a
comprarem aparelhos de tv, fiquei num circulo sem saida.
Meu amigo foi embora para Santarém e eu fiquei com a bomba nas mãos.
Em Óbidos, o que eu tinha eram 10 fitas de vídeo cassette betamax, ainda
tudo em inglês, eu passava todas as noites 3 horas de filmes, mas isso foi
ficando repetitivo. Depois eu consegui viajar para Belém e levei o aparelho
de video cassette, era o único que eu tinha e mais 20 fitinhas e comecei
a gravar alguns programas do ar da TV Marajoara que retransmitia a
programação da rede Tupi de Televisão. Um programa que foi sucesso,
foi o concurso de miss Brasil que passou num sábado e na segunda feira
eu estava de volta em Óbidos passando a reprise. Dai que eu acabei de me
complicar, a coisa foi tomando uma proporção maior e não tinha mais como
voltar atrás, foi quando eu comecei a pensar em me legalizar.
Aos 17 anos de idade fui emancipado por lei para poder conseguir abrir a
firma Rádio e Televisão Sentinela da Amazônia Ltda e convidei como sócios
dois irmãos: a Maristella e o Mauro.

Como sempre tive como meu incentivador meu pai, que comprou o imovel
onde foram instalados os equipamentos que funcionavam no meu quarto.
Com a nova firma e tudo instalado no novo prédio, estava faltando a
legalização do Governo Federal através do Dentel para o canal 7.
Essa história também se deu junto com a emissora de rádio que colocamos
no ar com um transmissor na frequência de 31 metros, que somente algumas
emissoras usavam.

Um amigo, que foi técnico da marinha brasileira, o Sr Hilberto foi quem
instalou e colocou no ar a Rádio Sentinela.Nosso objetivo era fazer a legalização junto com a TV.A rádio ficou no ar por 3 dias, chegando seu alcance em Belém, Maranhão e
Manaus.

Recebíamos telegramas de incentivo de longe, até que um dia eu estava
fazendo o programa muito animado e recebi uma ligação pensando que era
mais um ouvinte simplesmente, era o Coronel Madruga, diretor do Dentel
em Belém do Pará, dando uma advertência no ar e solicitando minha ida
imediata para falar com ele na capital.

Óbidos era área de seguraça nacional, eu sabia que poderia me complicar e
até ser preso por ter colocado a rádio no ar, mais fiz sem maldade pois a TV
já estava funcionando e ninguém tinha feito nada, pensei que a rádio pudesse
ser da mesma maneira.

Tiramos a emissora do ar com o hino nacional, ai vem o que não
esperavamos, a população se manifestou com um abaixo assinado e me
entregaram 16 mil assinaturas.

Meu pai achou melhor que eu viajasse para Brasilia e explicasse tudo ao
Senador Jarbas Passarinho e assim foi feito.
Antes da viagem agendei uma audiência com o senador e passei um
telegrama ao coronel Madruga, onde eu dizia que estava viajando e que não
tinha conseguido vaga de avião,e estava seguindo de barco.
Mas isso era apenas para que eu ganhasse tempo, pois sabia que em Brasilia
seria recebido pelo Senador Jarbas Passarinho e com certeza com aquele
abaixo assinado, ele ficaria do meu lado.
Ao chegar com o senador, entreguei a ele o abaixo assinado e disse, aqui estão seus eleitores, por favor, veja o que o senhor pode fazer por nós.Nesse meio tempo o coronel Madruga ligava para Óbidos querendo saber de
mim.

Meu pai disse ao coronel que eu já tinha viajado e que havia lhe mandado
um telegrama, a viagem de barco é demorada.
Eu, já em Brasilia, através do senador fui recebido pelo Ministro da
Telecomunicações Haroldo Marques Correa, cheguei a pensar que ele fosse
me punir pois o que eu tinha feito sei que foi sem intenção de passar pelas
autoridades mais tinha medo.

Ao ser recebido pelo Ministro eu confesso que fiquei tremendo e palído, não
sei se o ministro percebeu, mas já foi logo dizendo: Você que é o Max, o
homem que está revolucionando a amazônia? fiquei calado, em seguida ele
me disse que é esse tipo de homen que o Brasil precisa.

Quando ouvi essas palavras me deu uma coragem e comecei a me desculpar
com o ministro sobre o que eu tinha feito, ele disse não tinha nada que me
desculpar, cabia a eles aproveitarem a minha vontade e ajudar.
Ele me deu todas as orientações como proceder nas papeladas naquela
mesma hora e por um decreto do Presidente João Batista Figueiredo, eu
voltei com a legalização da TV Sentinela nas mãos.

Falei ao Ministro que poderia ser preso assim que eu chegasse em Belém do
Pará, pois o Coronel Madruga me espera para explicações.
Ele me disse não iria acontecer nada, que levasse uma correspondência a ele.
Peguei aquele envelope lacrado e viajei para Belém.

Assim que cheguei no Dentel, o Coronel Madruga foi logo me perguntando :
onde você estava, seu atrevido? na mesma hora eu respondi: aqui está a
correspondência do Ministro, eu trouxe para o senhor.

Ele me perguntou se eu estava em Brasilia, disse que sim, estive com o
Senador Passarinho e o Minisrto Haroldo Correa.
Na minha frente ele abriu o envelope leu e ai só vi quando ele disse:
Clodomiro cancela tudo, vamos ter que ajudar o Max.

Só para que vocês tenham uma ideia, o cancela tudo, era um processo
federal que eu estaria enfrentando.

Depois de tudo isso minha amizade foi tão grande com o coronel Madruga
que ele me colocava como exemplo nas conferencias que fazia falando das
comunicações no Pará.

Depois de tudo quando retornei a Óbidos com a liberação da TV Sentinela e
tudo pronto para conseguir a rádio fui recebido calorosamente pela povo da
minha cidade que parou para me receber no aeroporto.

Foi ai que começou a perseguição dos politicos em cima de mim.
Até então eu não pensava em ser politico estava me preparando para o funcionamento da TV Sentinela que eu sabia que teriamos despesas pois a estrutura era outra e tinhamos que ter renda para manter o funcionamento de nossa empresa.

As ideias foram surgindo comecei aproveitando o espaço do predio e fiz no
porão que la exitia uma boite com o nome Discothec Porão que seria uma
maneira de entrar dinheiro também para custear as despesas na epoca não
tinha parabolica e tudo era gravado em fitas de video cassette e tinha que
pagar também um funcionario que ficava na TV Marajoara para gravar e
remeter para Óbidos as fitas com a programação tinhamos despesas de frete
de avião luz e funcionario local ai não tinha dinheiro que desse.

Foi quando tivemos outra ideia de fazermos um programa de auditorio aos
domingos pelas manhãs, o Programa Max Show onde era realizado no salão
paroquial que nos foi cedido pela paroquia de Óbidos como forma de ajudar
nas despesas da TV, e o comercio também nos doava premios para que
fossem sorteados no show, as cartelas eram vendidas durante a semana.

O programa Max Show era animado tinhamos jurados bandas, cantors, e
as dançarinas macretes e muitas atrações variadas, sabemos que muito dos
talentos de nossa região tiveram sua passagem no Max Show.

Mais tudo isso também teve seu lado dificil, comecei a me popularizar
demais e começou as denuncias sem fundamento sobre minha pessoa para o
Dentel, Os politicos começaram a se sentir ameaçados com a minha maneira
alegre de fazer as coisas acontecerem foi quando num dia de domingo as 8
horas da manhã eu estava apresentando o Programa Max Show olhando do
palco para o fim do auditorio que estava lotado uma certa pessoa fazia sinal
para mim e eu não tinha ideia do que se tratava depois que o show acabou
fui surpreendido pelo meu amigo saudoso vereador da epoca Renato Viegas
que me acenava de longe para me dizer que meu programa de auditorio
estava sendo visto por dois fiscais do Dentel que vieram a Óbidos com uma
denuncia com assinaturas falsificadas de 7 vereadores onde diziam que o
Max fazia programa de auditorio com crianças até autas horas da noite ai
falei para o meu amigo Renato Viegas acho então que eles viram realmente
que essa denuncia é mentirosa continuei desmontando os equipamentos e
fui guarda-los na TV ao chegar encontrei os dois fiscais do Dentel estavam
me aguardando e eles foram logo dizendo sua cidade é muito boa mais tem
gente invejosa passaram a me contar disendo foi bom ter vindo pois assim
as proxiams denuncias que chegarem não vamos dar ouvidos. Max seu show
é muito alegre e divertido nem em Belém exite um igual vamos contar para
o coronel Madruga tenho certeza que ele vai ficar muito feliz Parabens Max
mais uma vez.

Outras perseguições comecei a sentir e achei que talvez isso só acabaria se

eu entrasse na politica, foi quando eu me filiei na ARENA partido do
Senador Jarbas Passarinho a quem eu ja tinha uma certa admiração por tudo
que tinha feito por mim veio a eleição em 1980 pela primeira vez me
candidatei a vereador fui eleito com 498 votos fiz um grande trabalho como
legislador fui criador de 18 projetos que o prefeito Haroldo Tavares
ignorava, com isso comecei a perceber que eu estava com minha estrela
brilhando e a do Haroldo estava apagando foi quando hove racha no partido
e os desidentes fundaram o PFL que foi criado também em Óbidos onde
tinha a Dra Lucia Pantoja como Presidente. Não adiantou muito era o mesmo
que eu tivesse no PDS mais mesmo assim fui candidato para o meu Segundo
mandato em 1984 eramos 4 filiados nesse partido concorrendo a vaga para
vereador vejam bem a dificuldade que eu passei tinhamos que alcançar o
coeficiente eu sabia que mesmo se fosse bem votado poderia não ter votos
suficiente para minha diplomação, a presidente do partido fez uma coligação
de boca com o PDS e tentou divider os poucos minutos que nos restavam no
rádio com o partido do Haroldo Tavares que lançou o Dr beto Guerreiro a
prefeito e seu Irmão Issac Isrrael como vice, foi quando eu mandei um ofício
a juiza de Santarém que respondia pela Justiça eleitoral de Óbidos relatando
o fato, recebi resposta que o horario do PFL ningém poderia ultilizar
somente os candidatos, pois não havia coligação oficial registrada foi quando
eu aproveitei os 5 minutos diarios que eram do meu partido e apenas pedia
votos para mim e dizia que todos os candidatos a prefeito e vice eram bons e
quem ganhace eu estaria apoiando, mais o meu companheiro Rosinaldo
Cardoso quiz ser leal a Dra Lucia Pantoja que era presidente do partido
achou que deveria aderir a coligação verbal e se queimou vestindo a camisa
do candidato a prefeito do PDS Nessa eleição eu tive 3.981 votos se eu
tivesse mais uns 152 levava o Rosinaldo como vereador eleito também nessa
eleição meus votos foram maior do que dos candidatos a prefeitos.
Haroldo Tavares fora da politica tinha também perdido uma eleição
para deputado estadual apenas o senador Passarinho era quem atendia
as revindicações de Óbidos vejam bem como a perseguição politica não
terminou aqui o Haroldo fora da politica estava fazendo de tudo para que
eu não subisse politicamnete, aproveitou uma ida do então governador
Alacid Nunes a Óbidos onde foi inaugurar o cais do porto e simplesmente
por minha ingenuidade, não entendia da proporção da briga entre Alacid e
Passarinho nessa epoca meu pai tinha um carro Galaxi e foi convidado para
com seu automovel buscar o Governador no aerporto mais ao amanhecer o
dia meu pai acordou com dores de colica renal foi quando ele me chamou e
pediu para que eu fosse no aeroporto em seu lugar pois esse carro era apenas
ele ou os filhos que dirigiam e como so eu estava em Óbidos fiz a vontade

de meu pai foi ai que ao aproximar do cais com o Governados ao meu lado
foram tiradas algumas fotos e simplesmente o Haroldo remeteu ao senador
Passarinho com o seguinte escrito no verso, Senador Passarinho de uma
olhada nessa fotografia o Max vereador a quem você esta conseguindo a
Rádio está fazendo campanha para o Alacid Isso foi o suficiente para que
tudo mudasse, foi quando eles fizeram uma sociedade Rádio Atalaia Ltda
que tinha como socios os seguintes: Haroldo Tavares José Carlos Ferrari
e Jaime Belichae simplesmente eu perdi. A concorrencia o Presidente da
Republica João Batista Figueiredo assinou a concessão para esse grupo,
fiquei triste mais sabia que um dia tudo isso mudaria foi quando na politica
o Passarinho também perdeu a eleição para Senador o Presidente eleito pelo
voto indireto acabou sendo o José Sarney que era do meu partido e do meu
padrinho politico o meu amigo e Professor Dionisio Hage foi quem me deu
a mão fez com que eu gamnhace a concessão da Rádio Sentinela que ja tinha
sido do Grupo da Atalaia não haviam colocado no ar mais era Frequencia
Onda Tropical, mais para mostrar que eu também estava preparado montei
e coloquei no ar mais uma vez com a ajuda de meu pai ficamos no ar por
cinco anos mostrando o progresso da amazônia para o mundo pois nossa
frequencia permitia esse longo alcance.
Depois novamnete fui a minha reeleição a mais um mandato de vereador
com 2.900 votos sabia que minhas chances eram grande para me tornar
Deputado Estadual queria ser eleito para falar pelo povo de nossa cidade
e nossa região eu estava bem nas pesquisas mais ai entrou uma outra
pessoa para me prejudicar, Alcides Correia sabedor da pesquisa que Jader
Barbalho havia mandado fazer me dava como Deputado eleito simplesmente
o Alcides foi a Óbidos como quem não quer nada reunio com o PMDB e
naquele momento colocaram o Nelsom Souza como candidato a deputado
estadual simplesmente para que eu não pegasse os votos desse partido
que provavelmente me daria uns 800 votos, mais a estrategia desses
intrusos me prejudicaram e simplesmente a cidade de Óbidos ficou sem
um representante fui votado com 8.300 votos e os votos do PMDB que
o Nelsom pegou me fez falta. 2.700 se eu tivesse atingido 9.000 votos
estaria eleito.Voltei como vereador chateado com tudo isso que eu estava
enfrentando na politica Mais tarde fui convidado pelo então Governador da
epoca Jader Barbalho e o Deputado Estadual José Priante para me filiar no
PMDB Segundo eles eu teria mais chance para ser nas proximas eleições
um deputado estadual eleito, eu não dei muita atenção mais continuei a ser
procurado até por lidereranças local Foi quando uma proposta veio do propio
Nelson Souza se eu me filiasse ao PMDB eu seria o Vice dele a prefeito na
certeza que ele me ajudaria na minha eleição a Deputado estadual e o Priante

a Federal pedi uns dias para pensar foi quando alguns comerciantes me
ligavam e me pediam aceite queremos você nas proximas eleição também
como Deputado estadual foi quando acabei aceitando tudo isso contra a
vontade de meu pais que sempre me apoiavam mais acabei convencendo
eles também.
Veio a eleição para prefeito em 1992 a chapa estava pronta Nelson Souza
para Prefeito e Max Hamoy para Vice não deu outra ganhamos o então
candidato Haroldo Tavares que era o Candidato do PDS fomos eleitos com
8.770 votos aceitei ser vice na certeza que no ano anterior eu seia candidate
a deputado estadual apoiado pelo Nelson Souza.
Ai chegou a eleição para deputado estadual e mais uma vez a grade
decepção não tive apoi de Nelson Souza simplesmente por fora ele apoiava
o Haroldo Tavares, Jader e Priante ficaram chateados mais me deram
todo o apoio que precisei tive 5.600 votos muito menos de quando eu era
sozinho logo depois que as eleições terminaram Nelson mandou um projeto
de lei que foi aprovado pelos veredaores onde o vice prefeito não poderia
assumir na ausencia do prefeito somente se o executive ultrapassasse 15
dias fora do municipio de Óbidos minha tristeza era tão grande que meus
pais me aconselharam para que eu deixasse a politica e fosse cuidar de
minha familia foi quando me afastei de tudo e fiu morar em Santarém com
meu filhos sendo que de 10 em 10 dias eu tinha que estar em Óbidos para
não ser casado cumprindo a constituição municipal. Foi quando quase
no fim do mandato de vice prefeito entrei na prefeitura para tirar o alvará
de funcionamento da TV Sentinela fui surpriendido com os funcionarios
querendo quebrar tudo, vejam só, fui abordado e praticamente colocado por
todos para assumir os 4 meses que faltavam para o termino do mandato, pois
eles estavam querendo receber 6 meses de salarios atrazados. Mais eu disse
que por um decreto do prefeito eu não podia assumer a prefeitura o povo
que ali estavam não deixaram mais eu sair diziam você foi eleito e vai ter
que assumir foi quando o sargento da policia militar que estava la pediu para
que eu fizesse alguma coisa me colocou em cima de uma mesa para que eu
falace e vendo aquela situação tinha quase certeza que eles com a ira que
estavam quebrariam tudo foi quando eu pedi calma e disse que eu iria falar
com o prefeito e voltaria com alguma resposta.
Ao chegar na casa do prefeito Nelson Souza encontrei um homem
deprimido deitado em uma rede e uma caixa de remedio lexotan embaixo
totalmente sonolento, quando perguntei ao seu Nelson o que estava
acontecendo ai que fui entender tudo, esse homem começou a chorar e me
pedia que eu o ajudasse que todos que tinham feito tudo para me prejudicar
se afastaram dele o deixando sozinho uma de suas palavras que eu jamais

vou esquecer foi quando ele me disse Max voce é iluminado e foi Deus
quem mandou você aqui para me ajudar pelo amor que você tem em sua
familia me ajude. Não deixe invadirem minha casa estou nas suas mãos eu
apenas disse ao Nelson vou te ajudar mais quero sua sinceridade nem que
seja pela ultima vez, não precisa renunciar como está me falando quro ser o
prefeito de fato nesses 4 meses voce é quem vai assinar tudo, confie em mim
que vai dar certo.
Voltei a prefeitura onde aproximadamente 500 pessoas me aguardavam com
alguma solução e disse tudo o que tinha conversado com o prefeito e que
apartir desse momento eu seria o prefeito de fato e tudo que eu fizera seria
de minha responsabilidade foi quando eu pedi 5 dias para que eu tomasse
pé da situação e nesse mesmo dia começou o meu trabalho o primeiro passo
suspendi o pagamneto de todos os fornecedores priorizei o pagamento dos
funcionarios, conclusão nos 4 meses que eu assumi paguei 5 meses de
funcionarios atrazados o ultimo que ficou foi o 13º salario que por falta de
tempo não deu para pagar.
Participei da Diplomação do prefeito eleito José Mario de Souza no dia 26
de dezembro na camara de vereadores onde no meu discurso eu pedia aos
vereadores que tiracem a lei que impedia o vice prefeito a trabalhar e no
ultimo dia do mês as 22 horas entreguei as chaves da Prefeitura ao então
prefeito eleito,que fez de tudo para que eu ficasse para a festa de sua posse
mais minha familia já estava 4 meses sem me ver viajei para santarém
posteriormente para o Rio de Janeiro onde cheguei no dia 1º de Janeiro de
2000.
Nesse periodo viajei com a intenção de trabalhar na pousada que tinha
construido em Três Rios cidade no estado do Rio de Janeiro foi quando
vendi minha emissora de Rádio para a Igreja Assembléia de Deus e fiz esse
novo empreendimento deixando a TV Sentinela alugada ao meu amigo
Wanderley Sarrazin que por 3 anos assumiu ficando responssavél pela
emissora.
Como estavamos proximo a Juiz de Fora cidade mineira onde minha Filha
Rebeca tinha passado no Vestibular e estaria ingressando na Faculdade
no curso de turismo achei melhor alugarmos um apartamento em JF para
acompanhar de perto os estudos dos filhos, mais o sangue de comunicador
corre nas veias foi quando eu comecei a visitar as emissoras de rádios da
cidade, logo fiz amizade com o dono da Radio Juiz de Fora Fm que depois
que ele ouvir meu trabalho me contratou no mesmo dia para fazer parte
de sua equipe onde fiz por 4 anos varios programas levando a audiencia
daquela emissora ao primeiro lugar por varias vezes.
Tinha um bom salario e plano de saude pago pela emissora escola

proficionalizante em informatica para os dois filhos Rafael e Renan que
depois com a esperiencia que eles tinham adquirido montei uma loja de
informatica TERA INFORMAX cheguei a ser o número um na venda de
monitores da marca LG ganhando varios premios mais sempre pensando no
futuro dos meninos surgio a ideia de viajar para os Estados Unidos para que
eles se aprimoracem muito mais na informatica, não foi facil chegar num
País onde não se dominava o idioma com a familia é tudo dificil mais como
sempre fui comunicador conheci um Portugês sr Manuel Bataguas que
estava precisando de alguém para trabalhar em seu jornal como programador
exatamente era o que o Rafael meu filho já fazia no Brasil no jornal da rádio
que eu trabalhava do Sr Josino Aragão, com a pratica que trazia na bagagem
foi facil ai uma conversa puxa a outra o ser Manuel Bataguas queria
reformar todo seu Jornal informatizando foi quando o Rafael lhe disse meu
pai faz essa parte de instalações quando fui chamado para fazer o service eu
pedi uns 15 dias enquanto eu terminava um service que eu ja havia
começado trabalhando em uma igreja evangelica conhecida no Brasil por
Exercito da Salvação, no inicio de dezembro eles empregam pessoas para
ficarem nas portas das grandes lojas tocando sinetas para conseguirem
dinheiro para as ajudas filantropicas que fazem e eu era uma dessas pessoas
que trabalhei fazendo esse serviço, fui também ajudante de carpinteiro
carreguei pranchas de tabuas nos ombros esse é o preçco que todos os ilegais
pagam se quizerem trabalho, tudo começou a mudar quando começei o
trabalho com o Portugês, montamos o sistema de informatica do seu jornal e
fiz muito pra ele depois me tornei o chefe da manutenção de tudo que ele
tinha depos de uns meses ele ficou sabendo que eu tinha um canal de TV no
Brasil foi quando eu mostrei a ele o nosso site e alguns trabalhos que
tinhamos feito, logo senti que ele era também apaixonado por Televisão
homem de muito dinheiro foi facil montei um studio de TV para ele com os
melhores equipamentos e fui diretor por 3 anos de seus programas de
intrevistas que passava em um canal Americano inclusive teve uma material
dirigida por mim que foi exibida no Fantastico da Rede Globo foi a brasileira
entrevistada que participou da Guerra do Golfo a jovem Auriane Paraense,
materia que chamou atenção dos Brasileiros.
Apos três anos de trabalho com o sr Bataguas resolvi sair para o meu
programa de TV que fiz por 2 anos o Brasil Connections so parei pois tive
que fazer uma cirurgia de emergencia no coração fiquei impossibilitado de
trabalhar por 3 meses mais aos poucos fui me recuperando com ajuda de
Deus, minha esposa Maria de Lourdes Hamoy e meus filhos do primeiro
casamento que hoje estão formados pela universidade Americana e com
a grande amizade que sempre tive com a colonia portugesa um dia já

quase recuperado da cirurgia conversando com um outro Portugês meu
amigo David Abrantes Propietario de uma emissora de rádio falei a ele dos
porogramas que fazia em rádios no Brasil, depois dessa convesa consegui
entrar no ar nos Estados Unidos fazendo o Show da Tarde das 14 horas às
16 hs na Wfar FM 93.3 programa que atende as comunidades brasileira,
portuguesa e espanica com grande variedade de brincadeiras e premios.
Minha vida até hoje e cheia de inveja e perseguções de longe morando nos
Estados Unidos tentei montar uma emissora de radio em Óbidos mesmo
sabendo de sua ilegalidade fui impedido, com equipamentos apreendidos e
vendo outras pessoas que fizeram o mesmo voltaram a funcionar sua rádio
com o apoio do PT e eu longe da politica mais uma vez fui penalizado com
uma equipe que até hoje responde processo na justiça Federal com isso a
nossa cidade perde pois o Governo brasileiro em vez de ajudar a quem tem
vontade de fazer o prograsso ainda mais em uma região que ninguém tem
interece, pois é pobre e não gera lucros só um filho da terra tem garra, mais
prometi a mim mesmo que não vou tentar mais nada enquanto esse Governo
estiver no poder.
Hoje estou legalmente nos Estados Unidos que me deu a felicidade de viver
novamente e fico muito feliz também por ser referencia dos brasileiros que
por aqui vivem onde tenho uma filha Americana Hannah Hamoy fruto do
meu 2º casamento com a brasileira Maria de Lourdes Hamoy natural de São
Paulo.

E nos dias de hoje eu trabalho na companhia Wal-Mart a maior companhia
do mundo faço parte dessa familia com 35 mil funcionarios e tenho muito
a agradeço a Deus e a esse País por está vivo e pronto para mais uma
determinação Divina em minha vida.

Um grande abraço a todos

Max Hamoy

O final de toda minha História será em um livro lançado pelos meus filhos
Que vai relatar tudo que está em meu diário.

Deixe uma resposta